Um dos maiores poluidores do meio ambiente são os gases dos motores dos veículos movidos a combustíveis fósseis. Uma das alternativas que as montadoras pensaram para reduzir a emissão de poluentes são os carros elétricos.

Mas, por ser novidade, os consumidores ainda ficam com uma pulga atrás da orelha na hora de escolher um veículo desse tipo. Existem muitos mitos a respeito dos carros elétricos e chegou a hora de checar a veracidade e descobrir o que é fato e o que não é.

Por isso, buscamos as principais dúvidas das pessoas e explicamos alguns mitos e verdades sobre carros elétricos.

Confira ofertas de carros elétricos e híbridos no UsadosBR

Risco da bateria explodir enquanto carrega

Trata-se de outro mito. As baterias atuais não correm o risco de explodir, enquanto carregam. Elas saem das fábricas com um chip responsável por controlar a saída e a entrada da carga.

Portanto, não há risco de explosão repentina, como acontecia com notebooks ou celulares no passado.

A manutenção é mais simples do que a de um carro a gasolina

Verdade. O motor de um carro elétrico tem poucas peças móveis e não necessita de óleo e nem de filtros para funcionar.

É claro que o proprietário de um carro elétrico precisa seguir o cronograma de manutenção para ver o motor e outros componentes do carro como os freios.

E para te ajudar com a manutenção do seu veículo, veja 5 sinais que indicam o momento de fazer a revisão do carro.

A bateria pode acabar e o motorista ficar a pé

Verdade. Inclusive, ficar a pé é o maior medo de quem pensa em comprar um carro elétrico.

Embora a maioria dos veículos atuais tenham autonomia de 150 km a 200 km, pode não ser o suficiente para quem mora no interior e precisa trabalhar em outra cidade, por exemplo.

Além disso, existe um outro problema. No Brasil ainda não há estrutura adequada para esse tipo de carro e pode não haver pontos de recarga no trajeto.

Carros elétricos dão choque

mitos e verdades sobre carros elétricos

Mito. As baterias foram feitas para suportar situações de risco. No caso de uma enchente, por exemplo, o fluxo de corrente da bateria é desligado imediatamente, para que não haja risco de choque elétrico aos ocupantes ou prestadores de serviços de emergência.

Ou seja, o carro elétrico não vai te dar choque, mesmo em uma situação de alagamento.

A bateria do carro elétrico vicia

Mito. Ao contrário das antigas baterias de celulares e notebooks, as baterias mais comuns de veículos elétricos são feitas de íons de lítio.

Por isso, aquilo que era chamado de “efeito memória”, (ou vício da bateria) não existe mais com as novas baterias, impedindo que a capacidade de armazenamento de carga seja prejudicada.

Não existe solução para o descarte das baterias

Verdade. Baterias de carros elétricos não podem ser descartadas como lixo convencional.

Por isso, esse é um problema mundial. Atualmente, a maioria das fabricantes pegam as baterias de volta e exportam para outros países com tecnologia para desmontar e reciclar alguns materiais de sua composição.

Carros elétricos não oferecem emoção

Uma das principais reclamações dos amantes de carros a combustão é de que os elétricos são chatos de dirigir. Isso por que um veículo elétrico não emite som algum.

No entanto, o torque instantâneo compensa o silêncio. É só pisar no acelerador que o carro arranca imediatamente, muito mais rápido do que um movido a combustão.

Ou seja: carros elétricos são muito divertidos de dirigir. Rodas grandes, centro de gravidade baixo, torque imediato e regeneração automática de energia são a fórmula perfeita para muita diversão!

Gasta muita energia para carregar em casa

Associações de carros elétricos estimam que o veículo consuma a mesma quantidade de energia de um aparelho de ar-condicionado de tamanho médio.

A estimativa é de que um carro elétrico gaste em média, cerca de 184 KWh por mês, o que equivale a R$ 0,05 por quilômetro rodado.

Portanto, é difícil estabelecer um cálculo padrão.

E então, gostou de saber os mitos e verdades sobre carros elétricos? Agora, você sabe tudo o que precisa saber antes de adquirir um modelo livre de poluentes.

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe também em nossas redes sociais:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (
instagram.com/usadosbr)
YouTube (
youtube.com/usadosbr)
LinkedIn (
linkedin.com/company/usadosbr)
Twitter (
twitter.com/UsadosBR)
Revista UsadosBR (
revista.usadosbr.com)

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY