Confira 7 dicas para fugir do calor no trânsito

0
626
Imagem: Divulgação

O alerta vermelho de baixa umidade relativa do ar está em vigor em várias cidades do estado de Goiás, o Distrito Federal, parte de Mato Grosso, o norte de Mato Grosso do Sul, o sul de Tocantins e o oeste de Minas Gerais. Com o calor e taxas que ficam abaixo de 15%, o que caracteriza um clima parecido com o de áreas de deserto. A Organização Mundial da Saúde estabelece o nível acima de 60% de umidade como o de bem-estar para as pessoas.

E se o calor e baixa umidade por si só já são difíceis de suportar, imagina em um congestionamento. Dentro de um carro, a sensação térmica pode chegar até 5°C a mais que a temperatura real e essa combinação de trânsito e calor pode causar problemas bem mais graves do que o convencional estresse. A irradiação solar provocar queimaduras de pele e lesões oculares.

O calor excessivo pode causar também desidratação, o que gera sonolência, fadiga, tontura, e um eventual desmaio. Além de fazer com que o indivíduo tenham a concentração e o raciocínio rápido prejudicados. Pensando nisso, o UsadosBR separou algumas dicas para evitar estes problemas e reduzir os efeitos do ar seco no corpo dentro do carro durante os dias quentes. Confira:

1- Mantenha-se hidratado, principalmente quando as previsões indicarem altas temperaturas e ar seco. Estudos mostram que, quando a pessoa não se hidrata , o organismo, como forma de compensação, tende a reter sódio para manter o volume de água no corpo, o que eleva a pressão arterial. Leve uma garrafa de água.

2- Ainda antes de entrar no carro, baixar todas as janelas para facilitar a ventilação mesmo que não haja vento nenhum, parte do ar da sua estufa móvel vai naturalmente ser substituída pelo ar do ambiente. Com o veículo em movimento, basta fechar os vidros e manter o ar-condicionado ligado.

3- Se estiver dentro do carro e for sair, diminua a intensidade do ar-condicionado alguns minutos antes de parar. O ideal é usar uma temperatura não muito distante da externa.

4- Nunca deixe pessoas no interior do carro, mesmo se for por breves períodos, principalmente se estacionar ao sol.

5- Se puder, evite sair de carro nas horas em que o sol está mais forte. Para viagens prolongadas, prefira os horários noturnos.

6- Adote o uso de protetores solares para os vidros laterais dos automóveis: trata-se de uma atitude que pode atenuar o mal-estar dos passageiros durante percursos mais longos.

7- Ao estacionar prefira as vagas na sombra. Estacionar debaixo do sol – mesmo que por pouco tempo – pode deixar o carro muito quente.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo UsadosBR no:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY