Consumo de combustível: como saber se seu carro está gastando muito?

Confira alguns hábitos do motorista que ajudam na economia de combustível e prolonga a vida útil do veículo

4
7608

Na hora de abastecer o carro, a preocupação em relação com o consumo de combustível sempre aparece. Quantos quilômetros serão rodados com a quantidade de combustível que está no tanque? Qual será o rendimento real do veículo? 

Esses questionamentos estão presentes na vida dos motoristas, que buscam uma forma de rodar mais com a menor quantidade de combustível possível.

Os automóveis mais novos possuem computadores de bordo, equipamento que calcula e mostra ao condutor a quilometragem a ser rodada com a quantidade de combustível que está no tanque. 

Além disso, também existem sistemas eletrônicos que informam se o modo de direção está favorecendo ou não o consumo de combustível.

Porém, ainda que haja esses recursos, o motorista pode contribuir com pequenas ações para ajudar no consumo de combustível e para prolongar a vida útil do veículo. Quer saber como? Então leia até o fim!

Veja ofertas de carros com computador de bordo no UsadosBR

Dê atenção especial aos pneus

Cuidar dos pneus ajuda no consumo de combustível

Os pneus são muito importantes para o bom rendimento do automóvel, por isso, merecem atenção especial. Devem ser calibrados sempre de acordo com as especificações do manual do fabricante, e após realizar qualquer tipo manutenção no carro, recomenda-se que se faça o alinhamento e o balanceamento do veículo.

Considere manter os pneus originais, com as medidas recomendadas pelo fabricante. O uso de rodas de tala grande, com pneus maiores, pode causar uma diferença enorme na hora de dirigir. 

Com mais borracha em contato com o asfalto, maior é o atrito e a força que o motor precisará para mover os pneus, aumentando assim, o consumo de combustível. Confira as nossas 10 dicas para conservação dos pneus

Realize as trocas de marcha na hora certa

trocar as marchas corretamente ajuda no consumo de combustível

De acordo com especialistas, o procedimento de troca de marcha deve ser realizado entre 2.000 e 2.500rpm.

Nessa rotação, a pressão sobre o pedal do acelerador é bem menor, fazendo com que somente o combustível necessário seja enviado ao motor para dar potência às rodas, sem exagerar na aceleração ou gerar solavancos. 

Quando o ar-condicionado estiver ligado, considere trocar a marcha entre 2.500 a 3.000rpm.

Use o ar-condicionado com consciência

Possuir um sistema de refrigeração é questão de conforto e tornou-se um item indispensável no trânsito das grandes cidades. 

Todavia, ao utilizar o equipamento, o consumo de combustível tende a ser maior em cerca de 10%. Por isso, em estações mais frias, considere usar com menos frequência o ar-condicionado do seu carro.

Faça uma revisão geral no carro sempre que possível

Para otimizar o consumo de combustível, realize com regularidade uma revisão no seu carro. Os filtros de ar, os cabos de vela, as velas de ignição, os freios e até mesmo o óleo do motor devem ser revisados, e no caso de desgaste ou mau funcionamento, substituídos.

Os itens do motor devem estar sempre em dia. Um filtro de ar sujo pode comprometer tanto o consumo quanto o desempenho do veículo. O óleo do motor, quando vencido, além de colocar em risco toda a integridade do sistema, pode aumentar o consumo. 

Os freios, se mal regulados, podem contribuir para a diminuição da autonomia do carro. Além disso, uma roda presa com o freio desregulado pode causar, além de aquecimento, um peso a mais a ser puxado no seu veículo.

Fazendo a revisão com frequência, certamente o consumo de combustível ficará dentro do que é esperado pelo fabricante. Veja nosso post explicando os 5 sinais que mostram que já está na hora de fazer a revisão do carro.

Escolha corretamente o combustível a ser utilizado

Todo mundo que possui carro flex uma hora ou outra se pergunta se é melhor abastecer com gasolina ou com álcool. O cálculo rápido para isso é bem simples: basta dividir o valor do litro do álcool pelo valor do litro da gasolina. Se o resultado for menor que 0,7, é mais vantajoso abastecer com álcool. Se for maior, opte pela gasolina.

Porém, vale lembrar que o consumo varia de veículo para veículo. Esse cálculo rápido só é válido para casos em que se precisa decidir momentaneamente.

Agora você já sabe um pouco mais sobre consumo de combustível e como melhorar o rendimento do seu automóvel. Ainda resta alguma dúvida? Deixe um comentário!

Você também pode gostar de ler:

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe também em nossas redes sociais:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)
LinkedIn (linkedin.com/company/usadosbr)
Twitter (twitter.com/UsadosBR)
Revista UsadosBR (revista.usadosbr.com)

4 COMMENTS

LEAVE A REPLY