Alinhamento da direção: quando e como deve ser feito

0
315
Imagem: Divulgação

Conforto e segurança na hora de dirigir não são somente estar em um carro equipado e moderno. É também ter a certeza de que o veículo, mesmo que não seja tão novo, está com todos os seus equipamentos e funções em perfeito estado. Por isso, a importância das revisões periódicas e da atenção permanente para alguns procedimentos, como o alinhamento da direção e o balanceamento.

Mas muitos motoristas ainda ignoram a checagem destes procedimentos nos períodos corretos e talvez nem saibam o quanto eles são importantes para a vida útil do automóvel. Vamos entender por que eles são indispensáveis e quais os perigos que corremos ao negligenciarmos o alinhamento da direção e o balanceamento.

Alinhamento da direção e balanceamento

O alinhamento é o ajuste dos ângulos das rodas. Elas precisam estar alinhadas em 90º em relação ao solo e paralelas entre si. Com o passar do tempo, o veículo vai perdendo este ajuste, o que pode causar alguns transtornos para o motorista, além de representar um perigo iminente.

Um carro com o alinhamento da direção alterada fica mais instável e inseguro para se dirigir, consome mais combustível e tem um maior desgaste nos pneus, o que pode causar, inclusive, acidentes no trajeto.

Sinais de que seu carro precisa fazer o alinhamento dos pneus:

– Desgaste anormal ou desigual dos pneus;
– Trepidações das rodas dianteiras;
– Volante duro;
– Carro inclinando para os lados em uma pista plana.

Um bom alinhamento de direção deve ser feito por profissional competente que irá devolver as especificações técnicas de montadora para o conjunto de suspensão do veículo. É fundamental que o procedimento seja feito nos dois eixos – traseiro e dianteiro – do carro e que os pneus estejam devidamente calibrados. Claro que possíveis avarias na parte de suspensão do automóvel prejudicam diretamente o alinhamento da direção, por isso, um diagnóstico preciso para detectar estas falhas deve ser feito e, as peças em mau estado, substituídas antes do alinhamento.

Balanceamento

O balanceamento é um procedimento que equilibra o conjunto roda/pneu/válvula ou câmara do veículo por meio de contrapesos de chumbo. A função é melhorar a estabilidade e a dirigibilidade do carro para que o motorista se sinta confortável na hora de dirigir.

Algumas colisões e atritos fazem com que os pneus fiquem mais desgastados em um dos lados. Isso pode provocar trepidações, seja na parte dianteira ou traseira do carro. Se isso acontecer, é o sinal mais claro de que está na hora de realizar um balanceamento.

O balanceamento direciona os pneus para o ângulo correto quando se encontram tortos. Esse procedimento pode ser feito usando o balanceador local (no próprio carro, sem retirar as rodas) ou no balanceador de coluna (retirando as rodas do carro).

Alinhamento e balanceamento: momento certo

Quando o motorista perceber algum dos “sintomas” relatados é hora de dar início aos procedimentos de alinhamento da direção e balanceamento. Mas o ideal é que essa seja uma rotina já definida a cada 10 mil quilômetros rodados, ou, ainda, ao fazer rodízio ou troca de pneus, e/ou quando for realizado algum reparo na câmara de ar. Com tudo isso feito de forma correta, você aumenta a vida útil do automóvel e garante, além de conforto, mais segurança para os ocupantes do veículo.

Curte o conteúdo do UsadosBR?! Então acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY