7 erros comuns na compra de carros usados que você precisa evitar

Veja alguns equívocos que costumamos cometer ao adquirir um veículo entre várias opções de carros usados saiba como evitá-los

0
1150

A compra de um carro é o sonho de quase todos os brasileiros. Entretanto, na ansiedade de garantir sua independência de locomoção, muitos consumidores acabam cometendo falhas graves na hora de escolher entre as opções de carros usados.

Quando o assunto é a conquista de um automóvel, todo cuidado é pouco! Portanto, no post de hoje, mostramos os sete erros na compra de carros usados que você precisa evitar. Continue a leitura e fique atento!

1. Pensar somente no valor da parcela do veículo

Você está empolgado com a aquisição, já que as parcelas parecem atrativas ao seu bolso? Considerar apenas o preço mensal do financiamento é um grande erro cometido por muitas pessoas! Isso porque o consumidor acaba se esquecendo de que, além das prestações, há outros gastos com o veículo.

Você terá que pagar despesas como IPVA, combustível, seguro obrigatório DPVAT e licenciamento. Isso sem contar em manutenção, seguro privado, estacionamento e eventuais consertos ou multas de trânsito. Portanto, coloque todos esses valores no papel e faça as contas para verificar se o total cabe no seu orçamento, ok?

2. Não considerar a finalidade do carro

Ao buscar um automóvel, muitos clientes ficam preocupados apenas com design, marca, modelo e valor. Dessa forma, se esquecem de analisar qual automóvel melhor se encaixa em seu perfil e estilo de vida.

Quando você for pesquisar o melhor opção entre os carros usados para suas necessidades, leve em conta como você o usará em sua rotina. Faça perguntas como: “Vou viajar muito?”, “Vou usá-lo todos os dias?” e “Preciso de um motor potente?”. As respostas ajudarão você a refletir no objetivo da aquisição, levando-o a tomar a melhor decisão.

3. Comprar carros maquiados

Adquirir automóveis maquiados é um dos maiores e mais recorrentes erros na compra de  carros usados . É a velha história de que o barato sai caro! Portanto, para não cair na armadilha dos vendedores, é importante estar ciente de alguns truques comuns.

Não feche negócio sem o manual! É apenas com ele que você poderá verificar se o odômetro da máquina não foi adulterado para apresentar quilometragem menor. Também é importante conferir se há algum tipo de assimetria entre o teto, o para-choque e as portas. Fique atento antes de assinar o contrato de compra do carro usado!

4. Adquirir acessórios independentes

Esse é outro erro bastante comum entre compradores de carros usados. Entretanto, vale mais a pena comprar a versão de fábrica, que já inclui os acessórios, do que obter o modelo mais básico do mercado e deixar para comprar os itens depois, em uma loja. Portanto, opte pelo automóvel que vem com tudo o que você precisa.

5. Ser influenciado pelo design

Essa é uma das falhas mais difíceis de serem corrigidas. Uma das primeiras coisas que qualquer consumidor faz é escolher o carro que o agrada, e o design pesa muito nessa decisão. Mas é preciso ir à concessionária com a mente aberta! Dessa forma, você considerará também taxas de juros, valores, consumo e preço do seguro.

Uma boa sugestão é fazer um test drive com três modelos de uma mesma linha. Procure analisar as desvantagens e vantagens de cada carro, verificando qual é a melhor alternativa para sua necessidade. O design pode ser levado em conta, mas não deve ser a característica mais importante.

6. Comprar um carro por impulso

Por conta das promoções ofertadas pelas concessionárias, muitos consumidores acabam comprando seu carro usado por empolgação. Mas estamos falando de uma aquisição que não se faz todo dia!

É fundamental analisar diversos fatores antes do aperto de mão. Reflita bem se o carro em oferta vai atender suas demandas, e só feche o negócio depois de ter certeza de que você fez a melhor decisão.

7. Não fazer uma avaliação com um profissional

Como já mencionamos, ao comprar um carro usado, o mesmo pode vir maquiado. O problema é que, na ânsia de fechar o negócio, quase ninguém confere se está tudo certo com o automóvel. Portanto, conte com a ajuda de um mecânico para que ele possa detectar possíveis problemas e para uma confirmação de que a compra é uma boa oportunidade.

E então, gostou das nossas dicas para evitar erros na compra de carros? Agora, compartilhe nosso post nas redes sociais e espalhe essas valiosas informações!

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY