5 mitos do ar-condicionado automotivo que todo motorista deve conhecer

1
2330

Já faz alguns anos que o sistema de ar-condicionado automotivo deixou de ser um artigo de luxo nos carros nacionais. Ele é especialmente útil nos dias de calor ou quando está chovendo, por permitir desembaçar os vidros rapidamente. Embora tenha se tornado um item corriqueiro, ainda existem muitos mitos do ar-condicionado que os motoristas desconhecem e que podem contribuir para a subutilização do equipamento ou mesmo o seu mau uso.

No post de hoje, iremos esclarecer 5 desses mitos. Veja!

1. Acabar o gás do ar-condicionado com o tempo

Para provar que essa afirmação não passa de um mito, é preciso entender como o ar-condicionado funciona.

O sistema utiliza o fundamento de termodinâmica dos gases em que um gás, ao ser expandido, absorve o calor do ambiente, e ao ser comprimido, doa seu calor para o ambiente. Assim, o gás utilizado no ar-condicionado automotivo é comprimido e, ao passar pelo evaporador ele é expandido, deixando a peça gelada para que o ar captado passe por ela e se resfrie.

Após esse processo, o gás continua correndo pelo sistema até chegar novamente ao compressor. O gás do ar-condicionado só acaba quando há algum vazamento. Nesse caso, é preciso consertar o defeito antes da recarga.

2. Eliminar o mau cheiro do ar-condicionado automotivo só é possível com ajuda especializada

O mais indicado para solucionar qualquer problema com o ar-condicionado é mesmo procurar um profissional de confiança, mas não é a única saída.

No mercado existem diversos produtos que servem para retirar o mau cheiro do interior do veículo e a maioria é de uso bastante simples e preço acessível.

Porém, se a ocorrência de mau cheiro for constante, é melhor procurar uma oficina especializada para verificar o motivo, que pode ser excesso de sujeira no filtro ou algum outro problema.

3. Retirar o painel do carro é necessário para fazer a higienização

Na maioria dos casos, não será necessário remover qualquer peça para fazer a limpeza. Quando o filtro de pólen fica selado e embutido atrás do painel, é preciso orientar-se pelo manual do carro ou até mesmo procurar o fabricante.

4. Ligar o ar-condicionado dobra o consumo do carro

Esse é um dos maiores mitos do ar-condicionado. No uso urbano, o consumo do carro aumenta em cerca de 20% quando o ar-condicionado está ligado. Em velocidades superiores a 80 km/h, ligar o ar-condicionado poderá diminuir o consumo.

Isso se explica pelo fato de as janelas abertas funcionarem como freio aerodinâmico em altas velocidades, fazendo com que o consumo aumente mais do que com o ar-condicionado ligado.

5. Acionar o ar-condicionado com o carro em alta velocidade pode danificá-lo

Muitos dizem que ligar o ar-condicionado com o carro em alta velocidade pode causar um tranco no sistema, já que o compressor é ligado ao motor por meio de uma correia.

Isso não procede, mais um dos mitos do ar-condicionado. Já que existe uma espécie de embreagem magnética no sistema justamente para permitir que haja uma sincronização gradual com a rotação do motor, evitando danos.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo UsadosBR no:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)

1 COMMENT

LEAVE A REPLY