5 curiosidades sobre documentos de carro que todo motorista deve saber

0
3808

O povo brasileiro é, sem sombra de dúvidas, um dos mais apaixonados por automóveis do planeta: as pessoas cuidam de seus veículos com todo o amor e carinho, mesmo tendo que conviver com as condições adversas que as estradas nacionais oferecem à nossa circulação.

No entanto, existem muitos detalhes que passam despercebidos aos olhos do condutor menos atento — e um deles certamente diz respeito à documentação. Embora todos saibam que ela é exigida em blitz e nas famosas “leis secas”, pouco compreendem a respeito de suas reais funções e pormenores.

Por isso, no post de hoje, apresentamos cinco curiosidades sobre documentos de carro que todo motorista deve saber! Quer conhecê-las? Então, vamos lá!

Quais os documentos de carro obrigatórios em uma blitz?

Se você já dirige com frequência há algum tempo, é provável que já tenha sido parado em uma blitz — ou, ao menos, presenciado a realização de uma. Esse tipo de evento é especialmente comum nas grandes cidades, pois a polícia visa garantir que apenas carros que atendam aos conceitos de legalidade circulem pelas ruas.

No entanto, poucos sabem quais documentos devem ser apresentados nesse tipo de situação. Basicamente, são apenas dois: a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), cujos portes são obrigatórios para qualquer motorista. Sem eles, você fica sujeito à multa e retenção do automóvel até a apresentação dos mesmos.  

Qual o melhor lugar para guardar os documentos de carro?

Muitas pessoas têm o hábito de guardar os documentos de carro dentro do próprio veículo, por exemplo, no porta-luvas ou no guarda-volumes. Apesar de a atitude ser altamente cômoda, especialistas garantem que ela não é uma boa alternativa! O ideal é que esses papéis estejam sempre com o condutor, inclusive quando ele sai do veículo. Isso evita uma série de problemas e dores de cabeça caso o automóvel seja roubado.  

Qual a principal finalidade de cada documento?

Como sabemos, a CNH existe para atestar que o motorista está apto a dirigir, tendo atendido aos requisitos necessários tanto na habilidade e competências de direção, quanto nos critérios físicos e de saúde — e que possui, também, conhecimento básico das leis de trânsito vigentes no país.

Já o CRLV, por ser um procedimento anual e obrigatório, tem como meta primordial atestar que o automóvel se encontra em conformidade com as normas ambientais e com as regras de segurança destinadas ao setor automotivo. No entanto, na prática, isso não ocorre necessariamente, pois em muitas cidades a emissão do certificado não está vinculada a uma inspeção rigorosa dos carros.    

O que fazer se acontecer a perda dos documentos?

Perder algo é sempre uma dor de cabeça — mas, quando falamos de documentos de carro, o problema é pior ainda! Se você der pela falta deles, o primeiro passo é registrar um boletim de ocorrência o quanto antes. Isso impede que outra pessoa faça um uso inadequado e/ou ilícito dos seus papéis — e serve tanto para a CNH quanto para o CRLV.

Esse procedimento pode ser feito tanto em uma delegacia convencional quanto pela internet. Depois, é hora de pedir uma segunda via no DETRAN. Lembre-se de que o veículo só pode circular novamente quando ela for emitida!

O porte dos documentos de carro deixará de ser obrigatório?

Existe um projeto de lei tramitando na Câmara dos Deputados que estipula que o porte da CNH e do CRLV deixe de ser obrigatório em todo o território nacional. Embora controverso, sua concepção sugere que as autoridades de trânsito possuam sistemas online, que permitiram a consulta da situação da documentação do veículo e do condutor em tempo real. Muitos condutores não veem a hora dessa ideia se tornar lei. O que você acha?

Essas são cinco das maiores curiosidades sobre documentos de carro! Você tem alguma outra para nos contar? Possui outras dúvidas sobre o assunto? Deixe seu comentário e entre para a conversa!

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY