4 principais dificuldades na hora de renovar o seguro automotivo

Muitos os motoristas que passam por chateações na hora de renovar o seguro automotivo. Por isso veja algumas dicas sobre como proceder nesses casos

0
316

O seguro automotivo é muito importante, principalmente para proteger seu veículo de problemas inesperados — furtos, roubos, colisões e outros inconvenientes que possam aparecer no dia a dia. Mas são muitos os motoristas que passam por chateações na hora de renovar o seguro. Seja por situações relacionadas ao perfil do condutor, motivos que envolvem a política da seguradora, ou até mesmo pela falta de informações por parte da empresa que oferece o serviço.

Pensando nisso, o post de hoje aborda as quatro razões mais comuns para a não renovação do seguro automotivo e oferece dicas sobre como proceder nesses casos. Confira agora mesmo.

1. Desinteresse da seguradora

Um dos problemas que o proprietário de um carro pode enfrentar na renovação do seguro automotivo é a própria seguradora se decidir por não fazer isso.

Caso aconteça com você, saiba que as instituições de defesa do consumidor exigem que a empresa responsável pelo seguro comunique se há ou não interesse em mantê-lo. Assim que o cliente solicita a renovação, a companhia tem até 15 dias para se decidir.

Se a resposta for negativa, o cliente possui direito a mais dois dias de cobertura para procurar outra seguradora, além de saber por que motivos o contrato não será renovado.

2. Valor do seguro automotivo acima do previsto

É comum que os preços praticados ao consumidor aumentem no momento da renovação do seguro, principalmente se houver alteração no perfil do condutor.

Normalmente a seguradora compreende que os riscos envolvidos aumentaram. E não há muito o que fazer a não ser buscar por novos orçamentos em outras empresas que oferecem o mesmo tipo de cobertura.

3. Seguro vencido e sem solicitação de renovação

Em função de os corretores e empresas estarem cada vez mais organizados, esquecer de procurar a seguradora para realizar a renovação é algo até incomum. Também não se trata de um caso impossível, mas pode acabar gerando uma dor de cabeça considerável.

Quando o seguro está expirado, além do inconveniente que o motorista passa de trafegar com seu carro desprotegido, a seguradora pode solicitar uma nova revisão do veículo e das condições gerais dele, independentemente de ser um automóvel novo ou com mais tempo de uso.

Isso tudo acaba gerando novos custos — muitas vezes inesperados — durante a renovação.

4. Omissão de informações e falta de transparência da seguradora

Em algumas situações, além das citadas acima, pode ocorrer de a seguradora não realizar a renovação e omitir informações a respeito das questões que motivaram essa decisão.

Essa prática é antiética e dá todo o direito ao proprietário do veículo de procurar os órgãos de proteção aos direitos do consumidor e obter todas as explicações necessárias. Outra atitude recomendável é buscar pelo seguro oferecido por empresas com perfil mais simplificado.

Agora você já sabe mais sobre seguro automotivo e as principais dificuldades enfrentadas pelos proprietários na hora da renovação. Com essas informações, fica mais difícil ser pego desprevenido, não é mesmo? Então, compartilhe esse post com seus amigos nas redes sociais e faça com que mais pessoas fiquem por dentro do assunto!

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY